quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Uma versão pessoal do "Cântico dos cantos segundo Salomão" - Casimiro de Brito

Resultado de imagem para Mulher árabe só mostrando os olhos


Uma versão pessoal do "Cântico dos cantos segundo Salomão"

Como são formosos os teus pés nas sandálias
ó filha de Príncipe!
As tuas ancas parecem colares
modelados pela mão de um artista.
O teu umbigo parece uma taça redonda
onde o vinho jamais falta.
O teu ventre é um breve monte
todo ele de lírios rodeado.
Os teus seios são crias de uma gazela,
o teu pescoço uma torre de marfim.
e os teus olhos os charcos de Hesbon
junto às portas de Bat-Rabim.
O teu nariz é como a torre do Líbano
que indica o caminho de Damasco.
A tua cabeça lembra-me o Monte Carmelo,
o brilho de púrpura das tuas tranças
que prendem os olhos de um rei.
Como és bela, meu amor, ó tão graciosa!
O teu porte semelhante ao da palmeira,
os teus seios delicados cachos de uvas.
A mim prometi que um dia subirei à palmeira
e nos seus ramos nesse dia tocarei.
Sim, à palmeira hei-de subir
e os seus frutos colherei.
E que teus seios sejam cachos de uva
e perfume de maçãs o teu hálito —
e o teu paladar um belo vinho
que suavemente se deixa beber e assim
acorde os lábios dos que dormem.


Casimiro de Brito

Bolsonaro e Moro querem usar a "lei do gelo" com Lula

Lula da Silva em Recife, Brasil, no domingo passado.

Presidente do Brasil e sua equipe de Governo parecem ter decidido não responder às acusações do petista. 
Para ler o texto de Juan Arias clique aqui

Leia "Sérgio Moro e seu desprezo pelos povos indígenas" de Leonardo Barros Soares clicando aqui

Leia "Sem plano concreto para conter devastação, governo só tem 'conversa fiada'" de Maurício Tuffani clicando aqui

Leia "Levantamento revela que 90,5% dos presos por monitoramento facial no Brasil são negros" de Pablo Nunes clicando aqui

Leia "As universidades e um projeto para a Nação" de José Goldemberg clicando aqui

Leia "Uma dúzia de observações sobre 'Escravidão'" de Flávia Oliveira clicando aqui

Leia "Vale, offshores, políticos e até procurador do RJ querem minerar áreas proibidas na Amazônia" de Hyury Potter clicando aqui

O novo velho continente e suas contradições: O naufrágio da humanidade

Aylan Kuri, 3, morto por afogamento em uma praia da Turquia (Nilufer Demir/DOGAN NEWS AGENCY/AFP)

A foto de um pequeno menino morto, batido pelas ondas, numa triste praia turca, chamou a atenção do mundo para a crise dos refugiados em um dos seus momentos mais dramáticos, no ano de 2015. O menino morto era Aylan Kurdi, curdo, de três anos. Estava vestido como se fosse para uma festa de aniversário de um coleguinha do jardim de infância mas na verdade empreendera a travessia do Mar Mediterrâneo, junto com a família, cuja entrada havia sido negada no Canadá. Tentava a Europa. Apenas o pai salvou-se do naufrágio em que morreram Aylan e toda a família. “Um naufrágio da humanidade”, bradaram alguns jornais e as redes sociais. Naquele ano, 2.600 pessoas morreram no Mar Mediterrâneo seguindo o mesmo roteiro de Aylan, tentando chegar à Europa em busca de salvação e reconstrução de suas vidas devastadas pela guerra. 
Para ler o texto completo de Celso Japiassu clique aqui

Leia ""Pão para hoje e fome para amanhã". As consequências da crise da esquerda na América Latina" Entrevista com Raúl Zibechi clicando aqui

Leia "Desaceleração das potências regionais agrava estagnação da América Latina" de Ignacio Fariza clicando aqui

Leia "Mil denúncias rompem o silêncio sobre abuso de menores na Igreja da América Latina" de Iñigo Domíguez clicando aqui

Leia "Crise boliviana evidencia contradições políticas dos últimos anos" Entrevista com Eduardo Gudynas clicando aqui

Mariene de Castro - "Um Ser de Luz"

Resultado de imagem para Mariene de Castro canta "Um Ser de Luz" no Sambabook João Nogueira

Para assistir à interpretação de "Um Ser de Luz" na voz de Mariene de Castro clique aqui

Carros elétricos: futuro eletrizante no setor de transportes

Resultado de imagem para Carros elétricos: futuro eletrizante no setor de transportes

Neste artigo, reuni uma série de tópicos a respeito da temática de veículos elétricos (VEs). O assunto está na “crista da onda” em função de todo o apelo existente para redução das emissões de gases de efeito estufa no mundo. Mas quais as vantagens dos VEs? Será que os VEs realmente poluem menos? A que velocidade a transição de fóssil para renovável vai ocorrer? Estamos preparados para o impacto econômico que esta transição traz consigo? 
São muitas as perguntas, para as quais Marcelo Gauto traz algumas considerações que podem ser lidas clicando aqui

Cultura Pop: Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Resultado de imagem para Cultura Pop: Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Ultrapassar a aparência imediata de produtos da cultura popular oferece inúmeras camadas de compreensão da sociedade, tanto em suas dimensões éticas – valores e princípios –, quanto em sua dimensão estética – da reconfiguração do bom e do belo. Com o desejo de compreender as complexidades em jogo nesses processos, a revista IHU On-Line dedica seu tema de capa aos debates em torno da Cultura Pop, reunindo entrevistas de pesquisadoras e pesquisadores de todo o país. 
Para ter acesso a todo o conteúdo da revista clique aqui


Um passeio pelo Museu do Prado em comemoração ao seu bicentenário

Embora o museu tenha sido fundado em 19 de novembro em 1819, o edifício que serve de sede foi desenhado em 1785 pelo arquiteto Juan de Villanueva como Gabinete de Ciências Naturais por ordem de Carlos III. Seu neto, o rei absolutista Fernando VII, se encarregaria de depositar, décadas depois, parte das coleções reais formadas desde o século XVI, primeiro com os Habsburgo e posteriormente com os Bourbon. Na imagem, um grupo de estudantes visitam o Museu do Prado.

Em 19 de novembro celebram-se os 200 anos da instituição espanhola. Para ver 12 fotos do Museu do Prado clique aqui


Ugur Gallen: Contrastes entre dois mundos

Resultado de imagem para Fotos Mundos e Contrastes Ugur Gallen

Uğur Gallen, artista turco, fez montagens para criar uma série fotográfica impactante para evidenciar contrastes entre os dois mundos em que vivemos. O objetivo é alertar para as brutais desigualdades que afetam o planeta Terra.
Para ver suas fotos clique aqui

Diário do Futuro:: ou como repensar o(s) passado(s) colonialista(s)


Eu venho do futuro. Estive nele durante sete dias. Levei o gravador, o bloco de notas, a caneta. Ouvi vozes: todas disparam premências, discursos de preocupação do hoje que serão futuro durante muitos anos. Viajei pelos continentes europeu, americano, asiático e africano, sobretudo. Trago coordenadas que podem ajudar a pensar. Trago muitas urgências. Vai ser assim: tem feminismos, um exército de mosquitos a espalhar febre amarela, curadores a tentar mudar narrativas históricas dominantes, resistência indígena, sociologias da urgência, conferências-performance. E até uma arte depois do fim do mundo, psicodélica.
Para ler o texto de Vanessa Ribeiro Rodrigues clique aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP