sexta-feira, 5 de junho de 2020

"Poema Inútil" - Manuel Cintra

Nostalgia | El Manifiesto


Poema Inútil

Claro que não. Nada disto encoraja ninguém.
O silêncio, que às vezes era sinônimo de paz,
aguarda agora outros sons, escondido na violência.

A pessoa que passa na rua pela pessoa, faz por não existir.
Se calhar tinha expressão de linho, e agora está uma estopa.

Os minutos mudaram de sangue. Já não conseguem circular.
As veias parecem cheias de um líquido que o futuro talvez mate.
Há canções,por todo o lado, à beira de morrer.

E perante isso, alguns morrem daquela outra coisa já prevista.
E outros, pela primeira vez, se sentem solidários e com desejos
de loucura, por terem sido sempre tão normais.

Agora a única hipótese é olhar para a prosa como se fosse poesia, olhar para a vida como se fosse música possível
e ainda totalmente por compor.

Muitos pensam no passado. Quando ainda não havia presente.
Quando um beijo não era ainda extra-terrestre.
Quando gritar ainda não chamava a atenção.
Quando a infecção ainda não fazia floreados no chão.

Somos tão frágeis como um beijo por dar, na palma da mão.

Manuel Cintra
(02/04/2020)

Os manifestos dos arrependidos


Num momento político bastante delicado, tentar recriar o clima de “Diretas já!” tem cheiro de armadilha, pior, usando muita gente bem intencionada que não fez leitura política da situação. 
Para ler o texto de Luís Fernando Vitagliano clique aqui

Leia "Um governo contra o governo? (3) O "governo real" de Manolo clicando aqui

Leia "Erros cometidos pelo Brasil na pandemia são históricos, diz Nicolelis" clicando aqui

Leia "Samuel Pinheiro Guimarães: "Guedes, Bolsonaro e o Vídeo"" clicando aqui

Leia "Pandemia trará desordem social também ao Brasil, prevê 'guru' da desigualdade" de Branco Milanovik clicando aqui

Leia "Ataques à democracia brasileira exigem uma condenação internacional" clicando aqui

Leia "Dialética da construção e da ruína" de Samuel Jorge Moysés e Marco Akerman clicando aqui

Leia "Crise cambial à vista" de Paulo Nogueira Batista Jr. clicando aqui

Leia "Impostos, Títulos de Dívida Pública ou Moeda?" de Fernando Nogueira da Costa clicando aqui

Leia "Reunião ministerial expõe as vísceras do governo Bolsonaro" de Edelberto Behs clicando aqui

Leia "E se a doméstica desafiar a Casa Grande?" de Juliette Robichez clicando aqui

Leia "Crise abre espaço para Reconversão Industrial" de Cátia Guimarâes clicando aqui

Leia "Esperança como ação: caminhos ao pós-pandemia" clicando aqui

Leia "Seria o Emprego Digno uma utopia inviável?" Entrevista com Glauber Braga clicando aqui

Assista ao "VÍDEO - Somos Todos Ciência - Biodiversidade na Floresta Amazônica" clicando aqui

João Bernardo: São Marx, rogai por nós. 1) Os apocalípticos


Se a religiosidade não correspondesse a exigências profundas, todas as sociedades, ao longo da história, não teriam inventado os deuses e Deus. O iluminismo europeu matematizou a noção de Deus, o que, numa versão extrema, levou ao ateísmo. Nesta onda, o jovem Marx considerou que a religião «é o ópio do povo», mas com pouco sucesso, porque o marxismo foi convertido numa religião. 
Para ler o texto de João Bernardo clique aqui

Leia "Pandemia impôs a maior crise da história do capitalismo, afirma historiador Vijay Prashad" clicando aqui

Leia "Não é distopia, é capitalismo" de José G. Giavedoni clicando aqui

Leia "Fechar-se ao outro não adianta nada" de Carlo Rovelli clicando aqui

Leia "O vírus nos recorda que qualquer ser pode destruir o presente e estabelecer uma ordem desconhecida" Entrevista com Emanuele Coccia clicando aqui

Leia "A covid mostra a nossa vulnerabilidade a armas biológicas. Os terroristas de direita poderiam se aproveitar" de Marco Cimminella clicando aqui

Leia "Como reinventar o estar presente, em quarentena" de Conrado Federici e Marina Guzzo clicando aqui

Leia "O problema é a democracia" Por um Ácrata clicando aqui

Leia "Depois da pandemia, a semana de quatro dias" de Van Badham clicando aqui

Leia "Lembram o que fizeram no verão passado?" de Francisco Foot Hardman clicando aqui

Leia "A pandemia está estressando seu corpo de novas maneiras" de Jen A. Miller clicando aqui

Leia "Da neurose à perversão" de Eleutério Prado clicando aqui

Leia "Cuba amplia apoio solidário a países no combate a pandemia provocada pelo Covid-19" clicando aqui

Leia "Covid-19: As lições da África do Sul para Bolsonaro" de Waleiska Fernandes clicando aqui

Leia "Elogio à sensorialidade da Cultura" de Antonio Lafuente clicando aqui


Estamos vivendo a maior rebelião nos Estados Unidos em meio século ...

Estamos vivendo a maior rebelião nos Estados Unidos em meio século

Com o país em chamas pelo assassinato de George Floyd, em Minneapolis, pelas mãos da polícia, Donald Trump continuou governando com base em tuítes. Em um, ameaçou que “quando o saque começarem, os tiros começam”. Em outro mais enigmático, garantiu que “os Estados Unidos consideraram a Antifa uma organização terrorista”. Para saber o que é o movimento Antifa e entender para que Trump o utiliza, La Vanguardia conversou com Mark Bray, autor do livro Antifa (Captain Swing), no qual o historiador e militante do Occupy Wall Street discorre sobre a luta antifascista no século XX e fala da situação atual. Os Estados Unidos não vão bem, com o terror da Ku Klux Klan, a partir de 1860, como uma forma de protofascismo. 
Para ler a entrevista de Mark Bray clique aqui

Leia "As vozes indignadas dos protestos antirracistas nos Estados Unidos" de Pablo Ximénez de Sandoval, Antonia Laborde, Pablo Guimón clicando aqui

Leia "Ameaças de Trump aos grupos antifa afrontam os negros e põem todos os protestos em risco" de Natasha Lennard clicando aqui

Leia "Polícia de Nova York ataca manifestantes porque sabe que não terá punições" de Alice SperiRyan DevereauxSam Biddle  clicando aqui

Leia "Militares descartam participar da repressão, Trump levanta "muros" ao redor da Casa Branca" de David Brooks clicando aqui

Leia "Não há revoltas como essas desde a morte de Martin Luther King, diz ativista dos EUA, Nino Brown" clicando aqui

Freddie Mercury & Michael Jackson: "There Must Be More to Life Than This"

Listen to Queen and Michael Jackson's 'There Must Be More To Life ...

Para assistir à interpretação de "There Must Be More to Life Than This" nas vozes de Freddie Mercury & Michael Jackson clique no vídeo aqui

LIVRO "Exploraciones en teoría social: ensayos de imaginación metológica" - Pablo de Marinis (Coordinador)

CLACSO - Libros

Todos los trabajos que componen este libro están atados por un hilván: el de la curiosa exploración, la intensa búsqueda y, quizá también (¿por qué negarlo?), el creativo divertimento en (y con) teorías sociológicas y sociales. Como va a resultar evidente para cualquier lector/a que apenas se adentre en estas páginas, no habrá aquí una única forma de entender la/s teoría/s y su lugar, su alcance, su significado en la investigación en ciencias sociales y humanas. 
Para ter acesso ao conteúdo completo do livro (418 págs.) clique aqui

50 anos de arte: a obra de Christo Javacheff!

Christo Vladimirov Javacheff, artist, 1935-2020 | Financial Times

Nascido na Bulgária em 1937, Christo Vladimirov Javacheff deixou sua terra natal aos 20 anos e partiu em uma viagem pela Europa. Ele começou sua incursão no mundo da arte  ao lado de sua esposa, Jeanne-Claude Denat de Guillebon, com uma peça intitulada "Cortina de Ferro". Esta peça consistia em 240 barris bloqueando um beco, criado como uma resposta poética ao Muro de Berlim. Este foi o primeiro de muitos projetos de arte incríveis imaginados por essa dupla incrível, com base em esboços feitos por Christo. O casal continuou a produzir peças com o nome "Christo" antes de assumir o nome "Christo e Jeanne-Claude". 
O trabalho de Christo e sua esposa tem sido lindos projetos de larga escala que envolvem muitas vezes envolver diferentes maravilhas arquitetônicas  do mundo em vários tecidos ou estruturas de construção usando materiais exclusivos, como "The Gates" no Central Park, feitos inteiramente de tecido de nylon. Em 1º de junho de 2020, o mundo se despediu desse talento incrível, 11 anos após a morte de sua esposa. Sua contribuição para o desenvolvimento e promoção de arte única, não convencional e verdadeiramente pronta para uso não pode e não será esquecida enquanto suas obras maravilhosas continuarem em pé. As peças de arte de Christo, como as coletadas abaixo, estão espalhadas por todo o planeta, e sua enorme escala surpreenderá e, esperançosamente, inspirará você!

 1. Edifício do Reichstag Embrulhado, 1995

As incríveis e únicas obras de arte embrulhadas de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, no Reichstag Building Wrapped, 1995

2. Cortina do vale, envolvida nas montanhas do Colorado, 1972 

As incríveis e únicas obras de arte embrulhadas de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, Valley Curtain, embrulhado nas montanhas do Colorado, 1972
  
3. Os cais flutuantes na ilha de San Paolo, instalados em 2016
As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, The Floating Piers na ilha de San Paolo, instalada em 2016


4. Outra visão nos cais flutuantes

As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, The Floating Piers na ilha de San Paolo, instalada em 2016
 

5. London Mastaba, nas águas do Lago Serpentine, no Hyde Park, instalado em 2018

As incríveis e únicas obras de arte embrulhadas de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, The London Mastaba, nas águas do Lago Serpentine, no Hyde Park, instaladas em 2018
 

6. Big Air Package, o maior envelope já inflado sem esqueleto, 2013

As incríveis e únicas obras de arte embrulhadas de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, Big Air Package, o maior envelope já inflado sem esqueleto, 2013
 

7. O Projeto Umbrella no Japão, 1991 

As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1 de junho de 2020, Umbrella Project no Japão, 1991
 

8. The Gates no Central Park, Nova York, 2005

As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, The Gates no Central Park, Nova York, 2005
 

9. Uma perspectiva diferente nos portões do Central Park

As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, The Gates no Central Park, Nova York, 2005

10. Pont Neuf Wrapped, Paris, 1985 

As incríveis e únicas obras de arte embrulhadas de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, Pont Neuf Wrapped, Paris, 1985


 11. Exposição Christo no Museu Würth La Rioja, Agoncillo, La Rioja, Espanha  

As incríveis obras únicas e monumentais de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, exposição de Christo no Museu Würth La Rioja, Agoncillo, La Rioja, Espanha
 

12. Parque Histórico Regional da Running Fence & Watson School, Sonoma County, Califórnia 

As obras únicas e monumentais incríveis de obras de arte de Christo e Jeanne Claude, uma homenagem ao artista Christo que morreu em 1º de junho de 2020, no Parque Histórico Regional de Running Fence & Watson School, Sonoma County, Califórnia


 13. Ilhas circundantes, 1983 

 

14. Costa envolvida em Sydney, Austrália, 1969

Não se deve ter medo da tecnologia, mas conhecer seus limites

Não se deve ter medo da tecnologia, mas conhecer seus limites ...

Marta García Aller. Madri, 1980, jornalista apaixonada pelo futuro, autora de "Lo imprevisible" (Planeta), ressalta que “é muito difícil para uma máquina detectar a ironia, porque o humor é a essência do imprevisível”. 
Para ler sua entrevista clique aqui


  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP