quinta-feira, 23 de junho de 2011

O louco de palestra



Ele sempre começa com “Eu gostaria de fazer uma colocação”
por Vanessa Barbara
Em dezembro passado, o escritor gaúcho André Czarnobai, o Cardoso, publicou um diário na piauí intitulado “Pasfundo calipígia”. Salvo engano, foi a primeira vez em que se utilizou em letra impressa o termo “louco de palestra”. Imediatamente, a expressão ganhou densidade acadêmica e popularizou-se nos redutos universitários nacionais, encorajando loucos latentes e chamando a atenção da saúde pública para o problema.

O louco de palestra é o sujeito que, durante uma conferência, levanta a mão para perguntar algo absolutamente aleatório. Ou para fazer uma observação longa e sem sentido sobre qualquer coisa que lhe venha à mente. É a alegria dos assistentes enfastiados e o pesadelo dos oradores, que passam o evento inteiro aguardando sua inevitável manifestação, como se dispostos a enfrentar a própria Morte. Ler mais...

1 comentários:

Anônimo 30 de junho de 2011 16:39  

A ideia do humor foi genial. Nada como uma boa gargalhada pra aliviar as agruras.

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP