terça-feira, 17 de julho de 2018

"Memória" - Maria Teresa Horta

Resultado de imagem para erotismo

Memória

Retenho com os meus
dentes
a tua boca entreaberta
e as palmas das mãos
dormentes
resvalam brandas e certas
as tuas mãos no meu peito
e ao longo
das minhas pernas

Maria Teresa Horta

ELIANE BRUM: Bolsonaro e a autoverdade

Jair Bolsonaro é recepcionado em Salvador

Como a valorização do ato de dizer, mais do que o conteúdo do que se diz, vai impactar a eleição no Brasil. 

Para ler o texto completo de Eliane Brum clique aqui

Os EUA de Trump revivem os zoológicos humanos


Encarceramento de crianças retoma uma história do colonialismo, cuidadosamente esquecida: as exposições em que indivíduos dos “povos primitivos” eram apresentados como animais nas capitais “cultas” do Ocidente.
Para ler o texto completo de Ariel Dorfman clique aqui

Para conhecer o mar de Ingmar Bergman


Começa em diversas capitais brasileiras mostra de cineasta sueco. Conhecido por seus dramas metafísicos graves, ele passou por muitos gêneros — como a crítica social e o drama político.
Para ler o texto completo de José Geraldo Couto clique aqui

Maioria dos estudos científicos "é falsa", afirma pesquisador

20. Gerente de ciências naturais

Pressão sobre pesquisadores e apetite por estudos que anunciem revoluções faz com que artigos que usam amostras pequenas sejam publicados. 

Para ler o texto completo clique aqui

"Descobertas" colonialidades da memória

da série Sporting Narratives | 2018 | Márcio Carvalho

Se o “Museu das Descobertas” sugerido pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, algum dia vier a existir – espera-se que com uma designação mais adequada – uma das suas salas, de preferência a sala de entrada, deveria ser destinada a documentar a controvérsia que tem ocupado as páginas dos jornais desde o anúncio do projeto, a partir do momento em que um grupo alargado de intelectuais e investigadores tomou posição pública contestando a orientação traduzida na designação proposta. 
Para ler o texto completo de Antonio Sousa Ribeiro clique aqui

O homem mais sozinho do planeta

Cabana do “Índio do Buraco”, na terra indígena Tanaru, em Rondônia.

Há uma centena de povos indígenas que vivem sem contato com o mundo exterior. Têm entre um e 100 membros. E quase nada se sabe sobre eles. 

Para ler o texto completo de Lola Hierro clique aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP