sábado, 6 de junho de 2020

"Tatuagem" - Chico Buarque e Ruy Guerra

Tatuagem – Chico Buarque/Ruy Guerra | Atma Shala

Tatuagem

Quero ficar no teu corpo feito tatuagem 
Que é pra te dar coragem 
Pra seguir viagem 
Quando a noite vem 
E também pra me perpetuar em tua escrava 
Que você pega, esfrega, nega 
Mas não lava 

Quero brincar no teu corpo feito bailarina 
Que logo se alucina 
Salta e te ilumina 
Quando a noite vem 
E nos músculos exaustos do teu braço 
Repousar frouxa, murcha, farta 
Morta de cansaço 

Quero pesar feito cruz nas tuas costas 
Que te retalha em postas 
Mas no fundo gostas 
Quando a noite vem 
Quero ser a cicatriz risonha e corrosiva 
Marcada a frio, a ferro e fogo 
Em carne viva 

Corações de mãe 
Arpões, sereias e serpentes 
Que te rabiscam o corpo todo 
Mas não sentes


Chico Buarque e Ruy Guerra



José Dirceu: "Os militares estão numa encruzilhada, um encontro marcado com a história do Brasil"


Zé Dirceu, um veterano da esquerda brasileira e uma das principais mentes estrategistas do Partido dos Trabalhadores, falou com a Jacobin Brasil sobre sua história na luta armada contra a ditadura, o encontro com Carlos Marighella e Olavo de Carvalho na dissidência do Partido Comunista, o papel dos militares na política brasileira e o que devemos fazer para derrubar o Bolsonaro. 
Para ler sua entrevista clique aqui

Leia "Derrotar Bolsonaro" de Ricardo Gebrim clicando aqui

Leia "A ficha precisa cair" de Renato Francisquini clicando aqui

Leia "Os liberais, as Forças Armadas e as ameaças de mais um golpe" de  Pedro Tierra clicando aqui

Leia "Mentiras fascistas matam" de Federico Finchelstein clicando aqui

Leia "Brasil: chegou a hora da condenação internacional" de Antoine Acker, Marcos Colón, Maud Chirio, Olivier Compagnon, Juliette Dumont e Anais Fléchet clicando aqui

Leia "Trump cita Brasil como mau exemplo para covid e toma distância de Bolsonaro" de Leonardo Sakamoto clicando aqui

Leia "Quem tem medo do povo?" de Tatiane de Andrade clicando aqui

Leia "Documentos vazados mostram que ABIN pediu ao SERPRO dados e fotos de todas as CNHS do país" de Tatiana Dias e Rafael Moro Martins clicando aqui

Leia "Conversando com o netos" de Luiz Alberto Gómez de Souza clicando aqui

Leia "Manifesto para João Pedro" de Ronaldo Tadeu de Souza clicando aqui

Leia "Caso Miguel: morte de menino no Recife mostra 'como supremacia branca funciona no Brasil', diz historiadora Luciana da Cruz Brito" clicando aqui

Leia "A dupla exclusão" de Roberto Andrés clicando aqui

Trump nos leva à beira do abismo

Caos em frente a Casa Branca, no domingo (Jonathan Ernst/Reuters)

O racismo será uma arma capaz de destruir os EUA? 
Para ler o texto de Paul Krugman clique aqui

Leia "O inesperado acerto de contas" de Radhica Desai clicando aqui

Leia "Vamos realmente votar em novembro?de Sue Halpern clicando aqui

Leia "O novo velho continente e suas contradições: Protestos contra o racismo mobilizam a Europade Celso Japiassu clicando aqui

Leia "Como as pandemias passadas e presentes alimentam a ascensão das mega-corporaçõesde Eleonor Russel e Martin Parker clicando aqui

Alicia Keys & John Mayer - "If I ain't got you" & "Gravity"

Alicia Keys and John Mayer - If I Ain't Got You/Gravity by ...

Para assistir à interpretação de "If I ain't got you" & "Gravity" nas vozes de Alicia Keys & John Mayer clique no vídeo aqui

14 esculturas fascinantes que se movem com o vento

Anthony Howe - GamesBids.com Forums
Esculturas Cinéticas

A arte das esculturas cinéticas é relativamente nova, mas cada vez mais artistas começaram a criar essas obras-primas em movimento usando diferentes mídias, como madeira, metal ou outros materiais nos últimos anos. Um dos principais artistas da área é o escultor cinético Anthony Howe, de Eastsound, Washington, que cria essas peças de arte dinâmicas há mais de 30 anos. A maioria das esculturas de Howe é soldada em aço inoxidável e são projetadas com precisão e engenharia meticulosas para se moverem da mais leve rajada de vento.
O tamanho dessas peças complexas e de aparência delicada irá surpreendê-lo, pois a maioria das peças que estamos prestes a mostrar tem cerca de 17 metros de altura! Mas certamente, um aspecto ainda mais fascinante dessas esculturas hipnotizantes de tirar o fôlego é poder observá-las em movimento, exatamente o que convidamos você a fazer agora!

1. No Cloud Light III

Esculturas Cinéticas


2. Lucea

Esculturas Cinéticas


3. Marz

4. Kweebe

Esculturas Cinéticas


5. Sobre o rosto

Esculturas Cinéticas


6. Tenha uma lua

7. Di-Octo (à distância)

Esculturas Cinéticas


Esculturas Cinéticas


9. Zaratustra

10. 3 de outubro

Esculturas Cinéticas


11. Switchback

Esculturas Cinéticas


11. Kocal

13. Di-Octo (visão de perto)

Esculturas Cinéticas


14. Corona

Esculturas Cinéticas


Vídeo bônus: como essas esculturas de metal se movem com o vento  


ÉTICA: O pensamento individual e coletivo

Crenças e Valores - O que são? Conceitos e Diferenças.

A ética, nos estudos da filosofia, representa os valores morais de uma pessoa ou grupo. Ou seja, como nos comportamos para que exista um equilíbrio e um bom funcionamento social. Se analisarmos o que já aconteceu em escala global no ano de 2020 é possível constatar como o debate sobre o “coletivo” está em pauta. Talvez mais do que nunca esteve antes.
A questão do pensamento e das ações individuais e coletivas saíram do campo teórico e imaginário e aterrissaram na prática. Temos um foco (ou ameaça, se preferir o termo) comum para enfrentar. E ficou mais fácil de entender a diferença, os benefícios e os processos envolvidos quando nos focamos no coletivo. No bem comum. Permanecer em casa em isolamento social, por exemplo, é uma destas ações individuais que contribuem para o todo.
Este é apenas um exemplo direto. E pode ser amplificado para outras questões importantes como racismo, intolerância e preconceito. Mas como podemos ser mais éticos, justos e humanos? A filosofia, a justiça, a igualdade e – claro – a humanidade serão assuntos que remetem para o tema Reinvenção do humano. E aproveitamos para fazer uma seleção especial de vídeos com conteúdos especiais, que desenvolvem algumas ideias e conceitos.
Fernando Savater fala sobre a ética para tempos globais. Kwame Anthony Appiah explica como abordar a questão do racismo. Michael Sandel aborda a humanização através da convivência. Leymah Gbowee apresenta a receita para mudar o mundo. E Karen Armstrong resgata a perdida arte do diálogo. 
Cuidar do pai e da mãe. Dos filhos. Dos vizinhos. Da comunidade. Das pessoas que aparecem nas tragédias dos telejornais. Dos amigos do Facebook. O filósofo espanhol Fernando Savater, conferencista do Fronteiras em 2015, explica como fica a ideia de ética nestes tempos em que as comunidades com as quais nos importamos não têm fronteiras.

Quer lutar contra o preconceito racial no mundo? Kwame Anthony Appiah, teórico cultural ganês mundialmente reconhecido por suas obras ligadas a etnias, racismo, identidade e moral e conferencista do projeto em 2013, tem uma lição para passar. Antes de acusar alguém de racista, pare e reflita.

Michel Sandel, filósofo político norte-americano e conferencista do Fronteiras em 2014, aponta a importância da infraestrutura urbana para reduzir a segregação entre diferentes grupos e classes sociais. Para ele, além da questão da desigualdade, deve-se pensar no desenvolvimento de uma convivência para a formação da conexão e solidariedade entre pessoas de origens distintas.

Leymah Gbowee, Prêmio Nobel da Paz e conferencista do Fronteiras em 2013, fala sobre o que considera o início da consciência social em cada indivíduo e explica o poder de começar pequeno para expandir projetos, lutas e metas.

Como a capacidade de diálogo, alicerce do ensinamento socrático, tornou-se uma competição para derrotar e humilhar os oponentes? A escritora britânica Karen Armstrong, conferencista do projeto em 2013, alerta sobre a importância da regra de ouro como base da convivência em sociedade.

O trabalho de educar numa sociedade sem futuro


A pandemia e o confinamento aceleraram um processo que já estava em curso de introdução mais intensiva de tecnologia na relação educativa. Como outras mudanças provocadas pela exceção do momento de confinamento e distanciamento social, também apresenta tendências de se generalizar e se tornar permanente. 
Para ler o texto de Carolina Catini clique aqui


Estudante se prepara para um exame em sua casa, durante a crise da covid-19.

A universidade pós-covid-19

Pandemia está acelerando uma crise do ensino superior que vinha de longe. 

Para ler o texto de Javier Sampedro clique aqui



  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP