domingo, 26 de janeiro de 2020

"Dies Irae" - Miguel Torga

Resultado de imagem para homem revoltado


Dies Irae*

Apetece cantar, mas ninguém canta.
Apetece chorar, mas ninguém chora.
Um fantasma levanta
A mão do medo sobre a nossa hora.

Apetece gritar, mas ninguém grita.
Apetece fugir, mas ninguém foge.
Um fantasma limita
Todo o futuro a este dia de hoje.

Apetece morrer, mas ninguém morre.
Apetece matar, mas ninguém mata.
Um fantasma percorre
Os motins onde a alma se arrebata.

Oh! maldição do tempo em que vivemos,
Sepultura de grades cinzeladas,
Que deixam ver a vida que não temos
E as angústias paradas!

Miguel Torga
*Dia de Ira

Lula: PT deve olhar evangélico e periferia, que vive entre igreja e tráfico

Lula afirma que PT precisa estar presente e entender o que acontece nas periferias hoje - UOL

"O que o PT tem que entender é que essas pessoas estão na periferia, oferecendo às pessoas pobres uma saída espiritual. As pessoas estão ilhadas na periferia, sem receber a figura do Estado. E recebem quem? De um lado, o traficante. De outro lado, a Igreja Evangélica, a Igreja Católica" A avaliação é do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista exclusiva concedida ao UOL na sede do Partido dos Trabalhadores, em São Paulo, para falar das perspectivas políticas para 2020, do PT e das eleições municipais. 
Para ler sua entrevista clique aqui

Leia "O 'assalto ao BNDES' que nunca existiu é uma obsessão de Bolsonaro que custa caro ao Brasil" de João Filho clicando aqui

Leia "Sistema penal, violência e escalada imagética" de Vinícius Castro clicando aqui

Leia "ELIANE BRUM: 7. Deu ruim na humanidade" clicando aqui

Leia "Chuvas em MG: Prefeito de BH culpa céu para esconder incompetência na terra" de Leonardo Sakamoto clicando aqui

Leia "'Democracia em Vertigem', o depoimento de uma geração" de Marco Aurélio Nogueira clicando aqui

É o fim do "neoliberalismo", e agora?


Há uma onda de protestos na América Latina[1] — Argentina, Equador, Chile, Colômbia —, uma efervescência revoltosa contra as promessas não cumpridas da ideologia neoliberal. Momento propício para a esquerda reerguer o sonho socialista nas mentes do povo infeliz que sofre a irracionalidade da acumulação capitalista. No entanto, aparentemente, a esquerda continua a apostar no mesmo, reformas e mais reformas para um capitalismo com ‘rosto mais humano’. Utopismo maior não há! 
Para ler o texto de André Luiz Barbosa da Silva clique aqui

Leia "Um verdadeiro desastre: O discurso sobre os "desastres naturais"" de Marcelo Lopes de Sopuza clicando aqui

Leia "A morte de Soleimani - como o carniceiro do povo tornou-se um herói anti-imperialista" de Hawzhin Azeez clicando aqui

Leia "Desbravando o negócio da Uber" clicando aqui

Leia "Por que pequineses bem-informados estão cada vez mais intrigados com a luta em Hong Kong?" de Bob clicando aqui

Leia "Entrevista com um manifestante dentro da Universidade sitiada em Hong Kong" de Ralf Ruckus clicando aqui

Leia "França - a face oculta da reforma do sistema de pensões" de Cristina Sembiano clicando aqui

Leia "Para impedir vestibular, estudantes chilenos ocupam escolas e enfrentam criminalização" clicando aqui

Tribalistas - "Velha Infância"

Resultado de imagem para Tribalistas - Velha Infancia

Para assistir à interpretação de  "Velha Infância" pelos Tribalistas clique no vídeo aqui

O estupro de uma menina como autópsia do patriarcado

Petita Albarracín, mãe de Paola Guzmán, vítima de violação sexual em um colégio no Equador.

Caso da equatoriana Paola Guzmán Albarracín, que se suicidou após sofrer abuso sexual imposto pelo diretor da escola, chega à Corte Interamericana de Direitos Humanos. 

Para ler o texto de Debora Diniz e Giselle Carino clique aqui

E se Isabel dos Santos fosse inglesa?


Ainda hoje sou um fascinado pelo circo. Desde o tempo dos Cardinali, dos Luftman que gosto de palhaços e de ilusionistas. Rio-me sempre das velhas piadas dos palhaços, dos estalos fingidos com um bater de palmas e sempre quis perceber os truques. Conheço o princípio do ilusionismo: fazer o espetador olhar para o dedo enquanto o ilusionista esconde ou faz aparecer o coelho, mas agora esforço-me para ver para além da ponta do dedo. Sintoma de velhice. Continuam, no entanto, a fascinar-me os crentes e os ilusionistas que os levam à certa. No circo, em crianças, pagamos para ser iludidos, em velhos, encoirados, pagamos para ver os outros a serem iludidos. Reflexões sobre as palhaçadas e os truques de algibeira a propósito da questão da fortuna de Isabel dos Santos. 
Para ler o texto de Carlos de Matos Gomes clique aqui


Isabel dos Santos na "era das colónias" 

Resultado de imagem para Isabel dos Santos

Com Luanda Leaks, a investigação de um consórcio internacional de jornalismo que envolveu 36 meios de comunicação (entre os quais o Expresso e a SIC), com 120 jornalistas de 20 países, completa-se o cerco inevitável a Isabel dos Santos. Inevitável porque o poder mudou em Angola. Entre 1992 e 2019, Isabel dos Santos e o seu marido, Sindika Dokolo, tiveram participações em 423 empresas (e respetivas subsidiárias), das quais 155 eram portuguesas e 99 angolanas. Excluindo as subsidiárias, são 192 empresas, espalhadas por 25 países, de que Isabel dos Santos e Sindika Dokolo são ou foram acionistas. Não se constrói um império destas dimensões, espalhado pelo mundo, sozinha. 
Para ler o texto de Daniel Oliveira clique aqui





Selfie na câmara de gás

Visitantes na entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz I, no sábado.

Prestes a se completar 75 anos da libertação de Auschwitz, o campo atrai milhares de turistas. Alguns ignoram as normas de respeito estabelecidas pelo recinto. 

Para ler o texto clique aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP