segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

"A mulher é um crisântemo velado, ..." - Casimiro de Brito

Resultado de imagem para A mulher é um crisântemo


A mulher é um crisântemo velado,
no chão escondido. Alga plena.
O mais belo pedaço do chão, tão puro
umas vezes, tão concentrado noutras.
Ela explode. Ela chegou
ou vai de partida?
A mulher é uma concha onde parecia
ser voo. Terra úmida mas ardente.
A deusa da minha casa. Uma hóstia
de sangue. Pão infinito.


Casimiro de Brito

Concentração de renda mostra "brasilianização do mundo"

Desigualdade e concentração de renda, típicas tradições do Brasil (Foto: ABr)


Desigualdade é crescente, atinge recorde, está fora de controle e só beneficia ricos e empresas, dizem ONU e Oxfam. 
Para ler o texto de André Barrocal clique aqui

Leia "Witzel e gringos miram a sua cabecinha" de Paula Bianchi clicando aqui

Leia "O que o pato da Fiesp tem a dizer sobre desigualdade" de Marta Arretche clicando aqui

Leia "No governo do mito, compras públicas de alimentos viram lenda" de Leandro Melito clicando aqui

Leia "Núcleo de pesquisa da USP publica nota sobre criacionismo defendido por novo Presidente da CAPES" clicando aqui

Leia "Autonomia universitária mudou a cara da UFMG" clicando aqui

Leia "Morrer cedo ou envelhecer, o que você prefere?" de Marlene Oliveira clicando aqui

Leia "A fé do Brasil dividido" de José de Souza Martins clicando aqui

Leia "Como economizar 75% de energia em celulares e TVs" de Versanna Carvalho clicando aqui

A nova batalha por Assange e pelo jornalismo


Extradição aos EUA será decidida a partir de 24/2. Se autorizada, fundador do Wikileaks ficará incomunicável, e poderá ser condenado a 175 anos. Perseguição vira precedente para calar imprensa crítica. Mas a resistência também cresce. 
Para ler o texto de Nozomi Hayase clique aqui

Leia "Eis os economistas rebeldes" de Ladislau Dowbor clicando aqui

Leia "Novo ciclo tecnológico requer que a sociedade repense seu pacto fundador" Entrevista com Glauco Arbix clicando aqui

Leia "Por aversão à mudança, muitas pessoas morrem aos 30 e são enterradas aos 80" Entrevista com a psicóloga Filipa Jardim da Silva clicando aqui

Leia "Os remédios que podem mudar quem você é" clicando aqui

Leia "Coronavírus: o desejo pela pandemia" de Andreas Wulf clicando aqui

Billie Eilish - "Ocean Eyes"

Resultado de imagem para Billie Eilish - Ocean Eyes (Official Music Video)

Para assistir à interpretação de "Ocean Eyes" na voz de Billie Eilish clique aqui

'Parasite' pode quebrar a última barreira dos EUA aos filmes asiáticos?

Vir para a América se mostrou difícil para as estrelas da Ásia
'Snowpiercer' de Bong Joon-ho não conseguiu um lançamento no cinema

A possibilidade de autores e atores asiáticos replicarem seu sucesso oriental no mercado de filmes mais competitivo do Ocidente levou Hollywood a fazer convites para atravessar o Pacífico. O épico de Hollywood de Bruce Lee, produzido em Hong Kong, Enter the Dragon, forneceu um modelo: o sucesso de bilheteria resistiu ao teste do tempo como um dos grandes filmes de ação. Outros, no entanto, obtiveram sucesso variável. 
Para ler o texto de Andrew Salmon clique aqui

Nazistas, mestres das fake news. Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade


A máquina de propaganda do Terceiro Reich se nutria de boatos, mentiras e notícias falsas. A mais incrível delas levou à invasão da Polônia, e ao início da Segunda Guerra Mundial.“Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”. Com essa frase, o ministro de propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels, resume a consequência trágica da divulgação de notícias ilegítimas. 
Para ler o texto de Luis Pellegrini clique aqui


""Onde estava Deus?" Por que Auschwitz é o símbolo do mal" 

Resultado de imagem para “Onde estava Deus?” Por que Auschwitz é o símbolo do mal


"Quando se fala de Auschwitz como uma "fábrica da morte", não se deve esquecer o lado puramente sádico da prática do extermínio: os carrascos sentiam prazer com o sofrimento das vítimas. E a morte não era indolor", escreve Wlodek Goldkorn, polonês, radicado na Itália. 
Para ler seu texto clique aqui

Luanda Leaks: a queda de Isabel dos Santos


Os “Luanda Leaks” vieram expor a forma como Isabel dos Santos e Sindika Dokolo construíram o seu império financeiro, em boa parte graças ao financiamento público resultante da influência política de José Eduardo dos Santos. Os negócios, ruinosos para o Estado angolano, serviram para criar a primeira bilionária africana. 
Para ler o Dossier organizado por Luís Branco clique aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP