sexta-feira, 14 de agosto de 2020

"Um pouco de sal" - Manuel Filipe

Homem Triste Que Senta-se Na Rocha No Mar Que Sente Hea Só E ...


Um pouco de sal

Despedes-te acenando de longe, mas afinal
trazes-me um pouco de sal aos lábios,
esta fogueira de vento nos cabelos,
e o teu vago sorriso.
O último desejo
faz-se de pequenas coisas...

Poderia adormecer agora,
frente ao mar que recua,
porque o Sol tornou-se morno
e aperto um búzio em cada mão. 

Manuel Filipe
(poeta caboverdeano)

Por que Globo está em cruzada contra os servidores?


Emissora distorce dados e tenta atrair opinião pública para “reforma” administrativa de Guedes. Objetivo: privatizar Saúde e Educação, oferecendo aos pobres “vouchers”, com os quais comprarão serviços de terceira qualidade. 
Para ler o texto completo clique aqui

Leia "O que estamos prestes a perder na Universidade" de Lucas Casagrande clicando aqui

Leia "A tropa de choque de Bolsonaro" de Renato Sérgio de Lima e Samira Bueno clicando aqui

Leia "Explanada da Morte (XI): militar comanda secretaria que assiste a massacre de indígenas por Covid-19" de Poliana Dollabrida clicando aqui

Leia "Golpe Econômico: locaute ou nocaute da economia brasileira" de Fernando Nogueira da Costa clicando aqui

Leia "A luta corrupta contra a corrupção" de Ricardo Manoel de Oliveira Morais clicando aqui

Leia "O segredo e a serpente" de Jorge Branco clicando aqui

Leia "Vacina, pressa e propaganda" de Camille Lichotti clicando aqui

Leia "Agonia da Cinemateca Brasileira" de Eduardo Escorel clicando aqui

''... todos os inimigos, estrangeiros e domésticos'': uma carta aberta ao general Milley

(Andrew Harnik/AP)

Se o comandante-em-chefe tentar ignorar os resultados da eleição, você terá que escolher. 
Para ler a carta de John Nagl e Paul Yingling dirigida (oficiais aposentados do Exército do Estados Unidos) ao general Milley, presidente da Junta de Chefes de Estado-Maior clique aqui

Leia "Kamala Harris é mais do que gênero e raça: é também o futuro da religião nos EUA" clicando aqui

Leia "Rumo a uma nova Guerra Fria?" de Sergio Rodríguez Gelfenstein clicando aqui

Leia "De que guerras comerciais é que nos falam" de Martin Wolf clicando aqui

Leia "Capitalismo em Quarentena: para afastar os mitos" de Gabriel Zacarias clicando aqui

Leia "Para compreender a proposta do Populismo de Esquerda" de Felipe Calabrez clicando aqui

Leia "Roger Ceccon: "Fim do fascismo é apenas discurso decorativo de alguns livros de história"" clicando aqui

Assista ao  "VÍDEO - O que Elon Musk quer com a Bolívia?" de Mauricio Brum clicando aqui

Leia "Como sobreviver nos protestos contra a polícia" de Shane Burley clicando aqui

Leia "Portugal - Carta Aberta: O Silêncio é Cúmplice"  clicando aqui

Leia "Portugal - Quem ganha com uma "questão racial"?" de Manuel Carvalho clicando aqui

Leia "Desconstrução, autoafirmação e redes sociais" de Lucas Machado clicando aqui

Leia "Custa muito pouco evitar as novas epidemias" de Paula Adamo Idoeta clicando aqui

Leia "Por que demoramos tanto para entender o Coronavirus" de Mary Harris clicando aqui

Leia "Abaixe suas expectativas: o longo e tortuoso caminho para vacinação contra coronavírus" de Maria Carolina Santos clicando aqui

Leia "O que a pandemia nos mostrou sobre Estado e amor" Entrevista com Eva Illouz  clicando aqui

Leia "Karl Marx jornalista" de Dênis de Moraes clicando aqui

Leia "Benjamin e Brecht: cultura e lutas de classe" de Lindberg Campos clicando aqui

Maneva - "Epitáfio" & "Eu Te Devoro"

Maneva - Epitáfio (Tudo Vira Reggae) - YouTube

Para assistir à interpretação de "Epitáfio" pela banda Maneva clique no vídeo aqui

Para assistir à interpretação de "Eu te devoro" pela banda Maneva clique no vídeo aqui

Noam Chomsky: o mundo precisa da derrota de Trump


Aos 91, Chomsky mostra poucos sinais de renunciar a viver longamente. É tão incisivo, curioso e influente como sempre. Em mais de uma hora de conversa, falamos sobre tudo – das escolhas políticas criadas pela pandemia ao poder do Black Lives Matter, da plataforma supreendentemente progressista de Joe Biden a descobrir amor por um país que se critica incessantemente. 
Para ler sua entrevista clique aqui

Fabulosa pintura de Pieter Bruegel faz representação de mais de 100 provérbios no Séc. XVI

Vídeo sensacional: Fabulosa pintura de Pieter Bruegel faz ...

Trata-se de vídeo a respeito do maravilhoso quadro (pintura) chamado de Provérbios Neerlandeses (Netherlandish Proverbs), do fenomenal Pieter Bruegel (1525 – 1569), também conhecido como “O Velho”, feito em óleo sobre madeira, produzido em 1559, cuja obra está nos Museus Estatais de Berlim. Naquele emaranhado de figuras humanas, animais etc., em situações as mais diversas, o artista faz representação (e procura ilustrar), em cenas camponesas, o significado de mais de 100 ditados populares presentes no Século XVI, Época do Renascimento, na região dos Países Baixos. Uma obra que merece apreciação, verdadeiramente incrível. E cabe observar que muitos dos ditos populares ali realçados também são conhecidos em outras partes do mundo, a exemplo daqui do Brasil, com as devidas adaptações, claro. Esse vídeo sensacional foi publicado no canal Uma história a mais, no YouTube, com duração de 6:30. E como mencionado pela narradora, “uma pintura pode revelar muito mais do que notamos à primeira vista”. Ah, de passagem, como curiosidade a respeito daquele tempo, note que um homem com 44 anos era chamado de velho. Isso demonstra como os referenciais etários têm mudado significativamente, e de forma continuada, de lá para cá.
Voltando ao inusitado quadro de Bruegel, revelador de uma capacidade humana altamente criativa, não é demais assinalar que o artista produziu vasto (e rico) conjunto de obras, muitas das quais igualmente impactantes. 
Assista a esta verdadeira aula de História, Arte e Cultura a partir desta pintura de Pieter Bruegel clicando no vídeo aqui

A imagem que se transmite da internet não é real

Como funciona a Internet por fibra óptica | Informática | TechTudo

Jornalista especializada em tecnologia e domínio digital e impulsionadora de diversos projetos que buscam a colaboração interdisciplinar na rede, Marta Peirano (Madri, 1975) se tornou conhecida, em 2015, com El pequeño libro rojo del activista en la red, uma obra sobre vigilância e criptografia, com o prólogo de Edward Snowden. Contudo, foi El enemigo conoce el sistema (Debate), um ensaio que aborda os múltiplos perigos que a Internet supõe para o nosso ideal de liberdade, democracia e transparência, que a tornou uma referência nos debates públicos nacionais sobre a tensão entre o indivíduo e as esferas de poder que se cristalizam no mundo virtual. Em meio a tantos trabalhos, encontrou tempo para nos atender por telefone. 
Para ler a entrevista de Marta Peirano clique aqui



  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP