quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Diário do Futuro:: ou como repensar o(s) passado(s) colonialista(s)


Eu venho do futuro. Estive nele durante sete dias. Levei o gravador, o bloco de notas, a caneta. Ouvi vozes: todas disparam premências, discursos de preocupação do hoje que serão futuro durante muitos anos. Viajei pelos continentes europeu, americano, asiático e africano, sobretudo. Trago coordenadas que podem ajudar a pensar. Trago muitas urgências. Vai ser assim: tem feminismos, um exército de mosquitos a espalhar febre amarela, curadores a tentar mudar narrativas históricas dominantes, resistência indígena, sociologias da urgência, conferências-performance. E até uma arte depois do fim do mundo, psicodélica.
Para ler o texto de Vanessa Ribeiro Rodrigues clique aqui

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

"Quando pensei que estava tudo cumprido..." - Lya Luft

Resultado de imagem para "Quando pensei que estava tudo cumprido..." - Lya Luft


Quando pensei que estava tudo cumprido
Havia outra surpresa: mais uma curva
Do rio, mais riso
Mais pranto
Quando calculei que tudo estava pago,
Anunciaram-se novas dívidas e juros,
O amor e o desafio.
Quando achei que estava serena,
Os caminhos se espalmaram
Como dedos de espanto
Em cortinas aflitas. E eu espio,
Ainda que olhar seja grande
E a fresta pequena.

Lya Luft


DOSSIÊ - 20 de novembro: Dia da Consciência Negra

Capataz pune escravo em propriedade rural  – J.B.Debret
Capataz pune escravo em propriedade rural – J.B.Debret

Brasil foi o último país das Américas a abolir a escravidão, mas ‘nunca enfrentou seu legado’ de racismo e discriminação, diz escritor Laurentino Gomes. 

Para ler sua entrevista clique aqui



Leia "Laurentino Gomes: "Infelizmente, a história da escravidão é contada por pessoas brancas" clicando aqui


Leia "O discurso de medo na sessão do Senado que aprovou a abolição" de Gil Alessi clicando aqui


Leia "Milton Santos: Como superar o apartheid à brasileira" clicando aqui


Leia "Por parte de pai, negros escravizados. Por parte de mãe, senhores escravistas" de Gil Alessi clicando aqui


Leia "Abismo social separa negros e brancos no Brasil desde o parto" de Heloísa Mendonça clicando aqui


Leia "Produtores rurais negros são maioria, mas têm as menores propriedades" clicando aqui


Leia "A faculdade não está pronta para lidar com a permanência dos alunos cotistas" de Catarina Barbosa clicando aqui


Leia "Contra racismo, professora usa método que valoriza voz ativa do aluno" de Ana Luiza Basilio clicando aqui


Leia "Algumas expressões ditas até hoje surgiram durante o período da escravidão no Brasil e trazem um significado carregado de racismo" de Alexandre Putti clicando aqui


Leia "A Amazônia também é negra" de Joana Oliveira clicando aqui


Leia "'Se eu me debatesse, eles poderiam me dar um tiro': a história da advogada presa durante audiência" de Valéria Santos clicando aqui


Leia "No Brasil, maioria das sentenças são machistas, racistas e excludentes, diz estudioso" de Annie Castro clicando aqui


Leia "'Tinder dos livros' conecta leitores negros a doadores e mobiliza mais de mil títulos" de Giovanna Galvani clicando aqui


Leia "Emicida: "Minha leitura do país não vale porra nenhuma se eu não souber conversar com alguém desesperado"" clicando aqui


Jair Bolsonaro e a falácia do desmatamento como traço cultural brasileiro

salles bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles sorriem com o sucesso do desmanche da governança ambiental na Amazônia. Mas o problema seria o traço cultural dos brasileiros.
Para ler o texto de Marcos Pedlowski clique aqui

Leia "No desmatamento atual, Amazônia chega a 'ponto de não retorno' em até 30 anos, diz pesquisador referência sobre clima" de André Shalders clicando aqui

Leia "Defesa da Amazônia não admite retórica fácil nem ideologia boboca, diz Xico Graziano" de Xico Graziano clicando aqui

Leia "Respeito foi embora do país. Se vão também dólares e cérebros qualificados" de Jamil Chade clicando aqui

Leia "O SUS está vivinho da Silva. É o sonho de consumo em muitos países" Entrevista Renato Tasca clicando aqui

Diogo Nogueira & Mahmundi - "Coisa Boa"

Resultado de imagem para Diogo Nogueira & Mahmundi - Coisa Boa (clipe oficial)

Para assistir à interpretação de  "Coisa Boa" nas vozes de Diogo Nogueira & Mahmundi clique no vídeo aqui

"Parasita", uma diversão sem limites. Também para quem gosta de filmes inteligentes

Resultado de imagem para filme parasita poster

Medir o sucesso de “Parasita” – a comédia/parábola marxista assustadoramente engraçada e consistentemente surpreendente do ironista coreano Bong Joon-ho – depende do que você está assistindo especificamente. Um blockbuster de estúdio pode arrecadar 50 milhões de dólares no fim de semana de estreia e mesmo assim ser declarado um desastre. “Parasita”, que pode chegar a 25 milhões de dólares, já é um dos filmes estrangeiros de maior sucesso em anos. Ele está alcançando pessoas que normalmente não vão ao cinema, mas que, mesmo assim, vão ao cinema por causa dele.
Para ler o texto de John Anderson clique aqui

DOSSIÊ: José Mário Branco, a voz da inquietação

José Mário Branco 1942-2019

Este dossier é a singela homenagem do esquerda.net ao artista, cantor, compositor e lutador contra as opressões, que faleceu esta terça-feira. Será um dossier em atualização, com textos publicados após o falecimento, mas também com documentos já publicados no esquerda.net 
Para ter acesso ao dossiê clique aqui

Leia "A inquietação de uma vida inteira: 13 canções para recordar José Mário Branco" de Gonçalo Correia e Tiago Pereira clicando aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP