domingo, 26 de janeiro de 2020

Tribalistas - "Velha Infância"

Resultado de imagem para Tribalistas - Velha Infancia

Para assistir à interpretação de  "Velha Infância" pelos Tribalistas clique no vídeo aqui

O estupro de uma menina como autópsia do patriarcado

Petita Albarracín, mãe de Paola Guzmán, vítima de violação sexual em um colégio no Equador.

Caso da equatoriana Paola Guzmán Albarracín, que se suicidou após sofrer abuso sexual imposto pelo diretor da escola, chega à Corte Interamericana de Direitos Humanos. 

Para ler o texto de Debora Diniz e Giselle Carino clique aqui

E se Isabel dos Santos fosse inglesa?


Ainda hoje sou um fascinado pelo circo. Desde o tempo dos Cardinali, dos Luftman que gosto de palhaços e de ilusionistas. Rio-me sempre das velhas piadas dos palhaços, dos estalos fingidos com um bater de palmas e sempre quis perceber os truques. Conheço o princípio do ilusionismo: fazer o espetador olhar para o dedo enquanto o ilusionista esconde ou faz aparecer o coelho, mas agora esforço-me para ver para além da ponta do dedo. Sintoma de velhice. Continuam, no entanto, a fascinar-me os crentes e os ilusionistas que os levam à certa. No circo, em crianças, pagamos para ser iludidos, em velhos, encoirados, pagamos para ver os outros a serem iludidos. Reflexões sobre as palhaçadas e os truques de algibeira a propósito da questão da fortuna de Isabel dos Santos. 
Para ler o texto de Carlos de Matos Gomes clique aqui


Isabel dos Santos na "era das colónias" 

Resultado de imagem para Isabel dos Santos

Com Luanda Leaks, a investigação de um consórcio internacional de jornalismo que envolveu 36 meios de comunicação (entre os quais o Expresso e a SIC), com 120 jornalistas de 20 países, completa-se o cerco inevitável a Isabel dos Santos. Inevitável porque o poder mudou em Angola. Entre 1992 e 2019, Isabel dos Santos e o seu marido, Sindika Dokolo, tiveram participações em 423 empresas (e respetivas subsidiárias), das quais 155 eram portuguesas e 99 angolanas. Excluindo as subsidiárias, são 192 empresas, espalhadas por 25 países, de que Isabel dos Santos e Sindika Dokolo são ou foram acionistas. Não se constrói um império destas dimensões, espalhado pelo mundo, sozinha. 
Para ler o texto de Daniel Oliveira clique aqui





Selfie na câmara de gás

Visitantes na entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz I, no sábado.

Prestes a se completar 75 anos da libertação de Auschwitz, o campo atrai milhares de turistas. Alguns ignoram as normas de respeito estabelecidas pelo recinto. 

Para ler o texto clique aqui

sábado, 25 de janeiro de 2020

"Referência" - Maria Teresa Horta

Imagem relacionada


Referência

Quantas vezes te digo
quantas vezes...
que és para mim
o meu homem amado?

O que chega primeiro
e só parte por vezes
antes de perceber
que já tinhas voltado

Quantas vezes te digo
quantas vezes...
que és para mim
o meu homem amado?

Aquele que me beija
e me possui
me toma e me deixa
ficando a meu lado

Quantas vezes te digo
quantas vezes...
que és para mim
o meu homem amado?

Que sempre me enlouquece
e só aí percebo
como estava perdida
sem te ter encontrado

Maria Teresa Horta

A correia de transmissão do autoritarismo no Brasil de Bolsonaro

Cartaz de protesto contra Bolsonaro na Índia.
Cartaz de protesto contra Bolsonaro na Índia

Quem garante que os ataques verbais de Bolsonaro à imprensa e à sociedade civil não se concretizarão, aproximando o Planalto de líderes como Viktor Orban? 
Para ler o texto de Pedro Abramovay clique aqui

Leia "Marcelo Rubens Paiva: governo Bolsonaro tem várias semelhanças com um regime de nazi-fascismo" clicando aqui

Leia "Rui Costa Pimenta: Bolsonaro, Moro e Guedes são bem mais fascistas que Alvim" clicando aqui

Leia "Petra Costa critica Bolsonaro em artigo no NYT: "Guerra contra a verdade"" clicando aqui

Leia "Abraham Weintraub injetou ideologia no vexame" de Josias de Souza clicando aqui

Leia "Do terraplanismo ao criacionismo, o Brasil se desmoraliza na ciência mundial" de Fernando Brito clicando aqui

Leia "ELIANE BRUM: 6. Acampando em outro planeta" clicando aqui

Leia "Professor Salem Nasser critica cobertura da mídia: depois de um atentado dos EUA, a preocupação é com o regime iraniano?" clicando aqui

Assista ao vídeo "Roda Viva | Sidarta Ribeiro | 06/01/2020" clicando aqui

O império de Isabel


Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África.
Esta reportagem faz parte do Luanda Leaks, projeto do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, o ICIJ, com sede em Washington, DC. Participam do Luanda Leaks 120 profissionais do ICIJ e de 36 veículos de vinte países, que investigaram negócios da empresária Isabel dos Santos. No Brasil, participam do projeto a Agência Pública, a revista piauí e o site Poder360. Esta reportagem é de Sydney P. Freedberg, Scilla Alecci, Will Fitzgibbon, Douglas Dalby e Delphine Reuter. 
Para ler o texto completo clique aqui

Leia "Poluição de empresas americanas prejudica recuperação da camada de ozônio" de Sharon Lerner clicando aqui

Leia "Coronavírus: como é Wuhan, a cidade chinesa onde surgiu surto de coronavírus e que foi isolada" clicando aqui

Leia "Instagram, uso político e ‘fake news’ em 2020" de David Nemer clicando aqui

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP