segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

"Para sempre" - Torquato da Luz

Resultado de imagem para o amor ao entardecer


Para sempre

Para sempre é muito cedo
e o amor,
que sobrevive ao crepúsculo do dia,
passa veloz a cortina do medo
e, vá por onde for,
torna-se eterno como a poesia.

Para sempre é meta pequena,
o amor precisa de mais,
porque só nele somos imortais
e o resto não vale a pena.

Torquato da Luz

Brasil será o principal palco da maior batalha tecnológica e comercial do século 21

Encontro dos presidentes Jair Bolsonaro e Xi Jinping em Pequim no dia 25 de outubro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

É a visão do ex-ministro Celso Amorim, para quem a disputa pelo 5G pode ter motivado retaliação de Donald Trump. 
Para ler o texto de André Barrocal clique aqui

Leia "Rosana Pinheiro-Machado: “Todo dia a esquerda cancela alguém, mas não vemos propostas. Virou radicalismo de Twitter”" clicando aqui

Leia "Paraisópolis: a dinâmica de uma favela que pode inspirar metrópoles a serem mais cidades" Entrevista com Eduardo Pizarro clicando aqui

Leia "Não sobrará muito deste pobre país" de Milton Rondó clicando aqui

Leia "Como surgiram os Guardiões da Floresta" de Ciro Barros clicando aqui

Leia "Contra estereótipos de masculinidade, professor cria curso para discutir o que é 'coisa de homem'" de Priscila Bellini clicando aqui

Leia "Universidade catarinense censura título de dissertação de mestrado por citar Bolsonaro" de Dgamara Spautz clicando aqui

Leia "Sebastião Salgado documentou a “febre do ouro” no eldorado brasileiro" de Ana Marques Maia clicando aqui


A deriva medieval da Internet

Camponeses pagando tributos a seus senhores, xilogravura do século XV

Senhores a quem entregamos a riqueza de nossos dados. Programas e objetos “encantados” que comandam nossas vidas. O conhecimento comum controlado, como na Inquisição. “Novas” tecnologias ameaçam conjurar vasto retrocesso. 
Para ler o texto de Max Read clique aqui

Leia "Papa Francisco propõe um sistema econômico mais justo e sustentável" de Carlos Drummond clicando aqui

Leia "A política externa de Trump perde o norte na América Latina" de Pablo Guimón clicando aqui

Leia "Contra captura neoliberal, a Revolução dos Comuns" de Rubens R. R. Casara clicando aqui

Leia "Duas vidas do neoliberalismo na América Latina" de Luiz Filgueiras clicando aqui

Leia "Um estranho casamento: neoliberalismo e nacionalismo de direita" de  Luiz Carlos Bresser-Pereira clicando aqui

Leia "O Ser Humano na Era da Técnica" de Umberto Galimberti clicando aqui

Leia "Edifício Narkomfin: de utopia soviética a fetiche capitalista" de João Paulo Charleaux clicando aqui

Leia "O exemplo da disciplina na produção - Foucault" de Vinicius Siqueira clicando aqui

Leia "As obras das autoras portuguesas censuradas pela PIDE" de Ana Bárbara Pedrosa clicando aqui

O Yabahar: um som diferente de qualquer outra coisa

Resultado de imagem para Yaybahar by Görkem Şen

O yabahar é um instrumento musical acústico projetado por Gorkem Sem. As molas helicoidais transmitem as vibrações das cordas para os tambores de estrutura e são transformadas em sons pelas membranas. O resultado é algo diferente de tudo que você já ouviu antes, criando um som surround quase hipnótico.
Para assistir ao show acústico interpretado por Gorkem Sem clique no vídeo aqui



Quando os tetos são uma obra de arte majestosa

Quando os tetos são uma obra de arte majestosa

Essa cena mitológica é uma das 40 imagens do livro 'The Art of Looking Up' (A arte de olhar para cima), de Catherine McCormack, que coleta tetos de espaços tão distintos quanto o Vaticano de Roma e o Museu da Revolução de Havana. 
Para ver as fotos clique aqui

A tecnologia realmente “salvará” o planeta?

Resultado de imagem para A tecnologia realmente “salvará” o planeta?

Com a crise climática piorando e nenhum contrapoder efetivo no horizonte, o que precisamos desesperadamente é de um imaginário político completamente novo, que finalmente consiga libertar o mundo do domínio das corporações transnacionais”.
Para ler o texto de Carl Boggs, professor de ciências sociais na Universidade Nacional de Los Angeles clique aqui

"Mobilidades contemporâneas no contexto pós-colonial: Mbembe, Glissant e Mattelart"

The Foreigner's Home explores novelist Toni Morrison’s artistic and intellectual vision through her 2006 exhibition at the Louvre.[

Uma das questões que tensiona os campo dos direitos humanos é justamente a restrição contemporânea do direito ao universalismo, a pertencer ao mundo, a viajar por ele e deixar a sua marca como humano. Passaremos por algumas leituras da contemporaneidade que explicitam a questão do outro e o caráter universal dos direitos. 
Para ler o texto de Iolanda Évora, Daniele Kowalewski, Giovanna Modé Magalhães e Flávia Schilling clique aqui


  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP