domingo, 28 de outubro de 2018

"Mãos dadas" - Carlos Drummond de Andrade

Resultado de imagem para Não serei o poeta de um mundo caduco


Mãos dadas

Não serei o poeta de um mundo caduco
Também não cantarei o mundo futuro
Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças
Entre eles, considero a enorme realidade
O presente é tão grande, não nos afastemos
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas

Carlos Drummond de Andrade

1 comentários:

Fábio Júnio Mesquita 29 de outubro de 2018 18:45  

"O presente é tão grande, não nos afastemos
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas". :)

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP